segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Natal dos Sonhos - A Princesinha

Natal dos Sonhos - Campos do Jordão

Campos do Jordão Convention Center

Av. Macedo Soares  499 - Capivari - Campos do Jordão - SP - até 06  de janeiro de 2013


 A Princesinha é um musical para toda a família ! O espetáculo está sendo encenado por 150 crianças e jovens, atores, canmtores e bailarinos, acompanhados por uma orquestra de 10 músicos. Seis cenários trouxeram para a realidade as atmosferas indiana e londrina. Mais de 100 figurinos adornados com maquiagens incríveis, jazz, sapateado e canções compostas alegrando o palco e os espectadores.

Tudo isso para contar esta linda fábula, que trouxe valores que carecem de prática no mundo em que vivemos, como amizade, lealdade, superação e amor.

Uma história que  está encantando a todos !






Rafael Almeida : como Ram Dass : Homem sábio. Um contador de histórias indiano. Ele conhece a história e, apesar de participar dela, conduz com serenidade os espectadores pelos enigmas e contos da Índia antiga. Tem um caráter indestrutível e um olhas bondoso.

Tânia Mara como Sophie : um verdadeiro anjo da guarda para a pequena Sara . Sophie é a a própria imagem de Sara no futuro, a referência da mãe pefeita dos contos de fadas, da fada madrinha que protege a heroína até sua bem aventurança. Sempre num clima onírico, ela representa verdadeiramente a figura materna, angelical e volátil dos es´píritos bons.


  Fafy Siqueira : como Senhorita Amélia : A bondade em pessoa. Amélia é o desdobramento de todos os sentimentos oprimidos  da Senhorita Minchin, e sua trajetória é marcada por servidão à sua irmã. Uma mulher com sonhos guardados e com ambição num futuro simples e feliz ao lado de seu amor.




Mara Carvalho : como Senhorita Minchin :  gananciosa e despótica, é capaz de qualquer coisa para se dar bem. Talvez por ter  tido uma infância difícil, não permite que outras crianças encontrem a felicidade em pequenas coisas. A dureza de seu olhar reflete na sua falta de imaginação. Solteira, não se interessa por pessoas, mas por trabalho e dinheiro. Suas mentiras e maldades são os nós que a fazem cair em desespero e que a levam a um terrível fim.



Júlio Rocha : como Capitão Crewe : Um capitão do exército. Perdeu a esposa e, viúvo, teve que cuidar da filha única, Sara. Na história, ele acaba de voltar da guerra e precisa deixar a filha em um colégio interno num país desconhecido. Apesar de serem da alta classe social, vai explorar minas de diamantes para aumentar seu o capital e dar um melhor futuro para a filha. É um pai amoroso e sonhador e, assim como a filha, carrega dentro de si o imaginativo espírito indiano.








quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Exposição : Uma rádio ligando o Brasil

Uma Rádio ligando o Brasil - Memória da Rádio Nacional

Caixa Cultura de São Paulo
Praça da Sé, 111 - até 24/02/2013



A Caixa foi criada em 1861, no Rio de Janeiro por D. Pedro II, cujo conhecimento artístico e a consciência da valorização do patrimônio histórico das nações pautaram sua atuação como estadistas. Assim também é a história da Caixa que, desde o Império, vem contribuindo para facilitar o acesso aos diversos bens culturais e o crescimento intelectual e cultural de nossa gente.

Coerente com seu passado, a Caixa promove a exposição UMA RÁDIO LIGANDO O BRASIL : UMA MEMÓRIA DA RÁDIO NACIONAL.


Criada em 12 de setembro de 1936, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro teve papel chave na construção do Brasil contemporâneo. Neste mesmo ano, a música "Luar do Sertão", de Catulo da Paixão Cearense, inaugurou a Rádio Nacional.  uma das principais emissoras da "era de ouro" do rádio brasileiro.
Sua história agora é relembrada  nesta exposição.

Tal como acontece hoje com a televisão, chegar aos microfones da Rádio Nacional era símbolo de prestígio e de ascensão social.
Uma Rádio ligando o Brasil : Memória da Rádio Nacional reúne 75 fotografias do acervo da Rádio Nacional, incluindo registros de artistas no auditório da emissora, e cartazes.

Com  a curadoria do historiador Carlos Eduardo França de Oliveira, a mostra ainda apresenta arquivos de áudio, com programas e gravações da rádio, que fazem parte do material liberado pelo Museu da Arte e do Som do Rio de Janeiro.
O espaço da exposição ganhoe cenário que  recria o ambiente do estúdio e auditório da Rádio Nacional.

Durante o governo Vargas, a tentativa de implementar uma identidade nacional consolidada utilizou a rádio como aliada. A idéia do projeto é reviver e analisar este período, em que surgiram figuras famosas do rádio, como Carmen Miranda, Ary Barroso, Nelson Gonçalves e o "Repórter Esso".

A exposição apresenta essa história através de imagens de seu acervo fotográfico, gravações de seus programas e exemplares de sua discoteca.










A sede da Rádio Nacional ficava no edifício A Noite, situado na Praça Mauá, centro do Rio de Janeiro. Em meados dos anos 50, a Rádio Nacional possuía seis estúdios para o radioteatro e outro para o jornalismo - mais um auditório para 496 lugares.



Olivinha Cravalho ( 1930 ) cantora e Paulo Gracindo. Assim como Esther de Abreu, Olivinha notabilizou-se pela interpretação de temas portugueses. Ingressou na Rádio Nacional em 1951, onde permaneceu por vinte anos.

Nelson Gonçalves ( 1919-1998), cantor e compositor. Reprovado em diversos programas de calouros no início de carreira, Nelson Gonçalves alcançou a fama no decorrer dos anos 40, consolidando-se como um dos principais crooners brsileiros. Entre seus sucessos estão Caminhemos, A volta do Boêmio e Última Serenata.



sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Natal em São Paulo


Natal em São Paulo :

O Natal está chegando, e a cidade de São Paulo  está mais do que preparada para essa data.

Representada nas mais diversas formas de arte, a data traz à tona a importância da solidariedade e da gratidão.

"Não existe Natal ideal, só o que você cria como reflexo de seus  valorese tradições".

Ao lembrarmos de Natais passados, geralmente descobrimos que as coisas mais simples - e não as ocasiões monumentais - trouxeram os maiores lampejos de felicidade".

"Ainda que as coisas se percam ao longo dos anos, no Natal regressarmos à nossa fé infantil".

Shopping Eldorado

A fábula Natalina mais famosa da literatura (Um conto de Natal ), de Charles Dickens, sintetiza o espírito de generosidade da época através de Scrooge, o personagem avarento que volta a enxergar o sentido da data depois de receber algumas visitas  "do além".


                                                                                            Shopping Higienópolis


A  Missa do Galo de 1818 em Oberndorf, na Áustria, trouxe ao mundo pela primeira vez os versos de "Noite Feliz"  (ou "stille Nacht" na língua original). Com o passar dos anos, a canção viria a se tornar hino natalino traduzido em mais de 45 idiomas.




Shopping Iguatemi


O filme A Felicidade Não se Compra ( Frank Capra, 1946) encarna o  simbolismo  do Natal ao dar significado à vida de George Bailey. Prestes a cometer suicídio, ele é relembrado por um anjo de todas as coisas boas que já fez aos outros durante sua existência.

Bourbon Shopping

Encenar  o nascimento de Jesus é uma tradição em alguns países cristãos, entre eles o Brasil.
Denominado Auto de Natal, a peça costuma acontecer ao ar livre, envolvendo grande número de atores e se tornando um festejo popular.


Shopping  Iguatemi

'







segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Feira de antiguidade : do Bixiga

Feira de antiguidade do Bixiga


Celeiro de antiguidades e artes, a tradicional Feira do Bixiga acontece todos os domingos na região da Bela Vista.

Desde 1982 a feira leva à praça Dom Orione grande variedades de revistas, livros, roupas, lustres, móveis de todos os tipos, entre outros produtos.

Atualmente, as exposições não se limitam só as barracas, em volta da feira, estão instalados os antiquários.

De todos  não deixe de conhercer NANCY ANTIQUIDADES, um dos pioneiros da feira, localizado à Rua Fortaleza, 240 - esquina da Rua Rui Barbosa.

Um dos bairros mais tradicionais da cidade, conhecido como o berço do samba paulista, o Bixiga mantém ainda a tradição das cantinas italianas e religiosidade, já que no século 19 recebeu diversas famílias vindas do país europeu.


tradicionais cantinas

barracas localizadas na praça




Nancy Antiguidades - Rua Fortaleza, 240

interior do antiquário Nancy Antiguidades


sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Oscar para sempre Niemeyer ...

Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares

 foi o  o arquiteto brasileiro mais influente na arquitetura moderna.

Ícone da arquitetura moderna e um dos brasileiros mais reconhecidos do mundo, morreu aos 104 anos.

Em São Paulo, projetou o Memorial da América Latina, o edíficio Copan, e as construções do Parque do Ibirapuera.

Suas obras, prédios públicos e privados, monumentos, esculturas e igrejas - marcaram  a paisagem das principais cidades brasileiras e espalharam-se por vários países do mundo, como Estados Unidos, Frrança, Alemanha, Itália, Argélia, Israel e Cuba, entre outros.

Como minha página trata-se da cidade de São Paulo, vou mostrar  minhas fotos, das obras aqui realizadas !

Oscar Niemeyer, um homem que sempre admirei !




Medmorial da América Latina


Construções do Parque Ibirapuera

                 Edifico Copan

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Feliz Natal 2012

Um Feliz  Natal a todos que me acompanham nesta página !






Natal é uma época maravilhosa para refletirmos e buscarmos encontrar a verdadeira felicidade e o maior presente de todos os tempos é JESUS.

Ele não é Papai Noel, pode dar felicidade verdadeira.
Não pode ser confundido com o bom velhinho porque está vivo, não só no coração dos que o seguem, mas independente desses.

Jesus nasceu com o objetivo global e específico, uma missão clara de vida, determinado desde o começo dos tempos.

Ele nasceu para dar uma solução que funcione objetiva a separação que existe entre os homens e Deus.

Nós insistimos em vivermos a nossa própria maneira orgulhosos, e procurando trazer alívio ao insistente vazio anterior.

Felicidade é possível, desde que nós tenhamos coragem de nos comprometer com Deus, convidando-o agora mesmo para assumir o controle total de nossa vida, e não só de nossos problemas, e nos fazer uma nova pessoa de dentro para fora !

A época do Natal terá real significado para todos, os efeitos serão  eternos.

Um abraço a todos que me acompanham  neste meio de informação, no qual procuro levar os bons momentos que acontecem na cidade de São Paulo.

Um Natal Feliz sobre os cuidados de Jesus.

Manoel de Brito

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Maria Della Costa - seu teatro, sua vida

Maria Della Costa

Seu Teatro, Sua Vida ....


A Imprensa Oficial do Estado de São Paulo foi criada no fim do século XIX já com a intenção de dar transparência e preservar os atos da administração pública. Fiel a este princípio ela foi  muito mais além e passou a preservar nossa História, registrando a memório viva do cotidiano brasileiro através da publicação de premiados livros nas mais diferentes áreas.

Consolidada hoje, como um dos maiores parques gráficos da América Latina, a Imprensa dá mais um passo nesta direção ao lançar a Coleção APLAUSO, que irá registrar depoimentos e testemunos, análises e testes, biografias e significaticos roteiros da nossa produção cultural.

Contando com o apoio e incntivo do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do Secretário da Casa Civil, deputado Arnaldo Madeira, espera-se com a Coleção Aplauso, cumprir o papel de empresa viva e participante no processo de manutenção da nossa História.

Hubert Alquéres - Presidente da Imprensa Oficial do Estado.

Tive o prazer de ser recebido em sua residência    em Paraty,  a grande dama do teatro brasileiro Maria Della Costa, cuja Coleção Aplauso publicou uma obra que tem sua origem numa tese de mestrado e que se mostra uma obra informativa e reveladora.

O professor de teatro Warde Marx nos trás uma biografia da grande estrela dos palcos MARIA DELLA COSTA.

Sua importante carreira, seu trabalho da Companhia Maria Della Costa, e também de outras companhias teatrais contemporâneas, como o TBC, Nydia Lícia - Sergio Cardoso, Atena e Oficina, no contexto de nossa conturbada história político-social.

Na entrevista com a atriz, muito elucidativa ( somente o que ela conta, sem perguntas ), e como acréscimo, outra entevista onde Maria discute sua habitual franqueza a carreira no cinema e na televisão.

Tenho certeza que esta é uma grande contribuição para manter viva a memória de uma época e de uma figura de grande importância para a nossa cultura.